Deixe seu e-mail e seja o primeiro a ler nossos artigos

    Trabalho Remoto: quais foram os resultados no último ano?

    08/04/2021

    Pesquisa da Microsoft mostrou os resultados e as tendências do home office identificados em 2020

    O trabalho remoto, até o último ano, era apenas uma tendência que começava a ser explorada pelas empresas. De uma hora pra outra se tornou a principal modalidade de trabalho em grande parte das empresas.

    A Microsoft Corp. realizou uma série de pesquisas exclusivas para formular o primeiro Índice de Tendências do Trabalho. Esse relatório aponta que, na América Latina, 54% dos trabalhadores sentiram mais liberdade com o trabalho remoto. Em contrapartida, 49% dos trabalhadores se sentem mais isolados. Esses dados demonstram as vantagens e desvantagens do home office durante o último ano. A partir dessas e outras informações, a Microsoft identificou uma série de tendências que devem ser observadas pelos líderes.

    Os insights apresentados apontam quais são as necessidades mais urgentes resultadas desse período. Estar atento a elas é essencial para dar novos passos para aprimorar o formato do trabalho e a relação com os colaboradores.

    Confira a seguir algumas das descobertas sobre 2020 e como esse ano mudou a natureza dos trabalhos.

    Dinâmica de colaboração

    Adequar a dinâmica de equipe foi um ponto que sofreu diversas alterações nesse período. O uso de ferramentas como Microsoft Teams e o Outlook sugerem o fortalecimento desses recursos com o trabalho híbrido e remoto.

    Outro ponto que demonstra a mudança dessa dinâmica foi o aumento significativo da troca de e-mails e realização de reuniões. Dados da Microsoft mostram que o tempo gasto em reuniões mais do que dobrou em todo o mundo. Além disso, em fevereiro de 2021 a empresa registou um aumento de 40 bilhões de e-mails entregues em comparação a fevereiro de 2020.

    Trabalho mais humano

    Um ponto que se destaca na pesquisa é que quase 40% dos colaboradores que participaram do estudo acreditam que o trabalho se tornou mais humano. Isso porque a relação com as equipes se tornou emocionalmente mais profunda.

    Isso demonstra um desenvolvimento da empatia no ambiente de trabalho entre os colegas.

    Mudança de fronteiras

    Outro resultado significativo da pandemia nos modelos de trabalho foi a transformação na noção de fronteiras do ambiente de trabalho. As entrevistas mostraram que 73% dos trabalhadores querem manter a flexibilidade do trabalho remoto.

    Além disso, cerca de 46% dos entrevistados começaram a planejar se mudar agora que podem trabalhar à distância. Enquanto outros 40% pretendem expandir as experiências profissionais para outras áreas.

    Produtividade x exaustão

    Em contrapartida das vantagens do home office, esse modelo ainda tem causado um desequilíbrio no dia a dia dos trabalhadores. Juntamente com o aumento da produtividade, esse modelo tem resultado em um aumento do estresse e exaustão dos trabalhadores.

    De acordo com os dados da Microsoft Corp., cerca de 39% dos trabalhadores no mundo todo perceberam um aumento no sentimento de exaustão. Além disso, 54% dos entrevistados se sentem mais sobrecarregados nesse período.

    O papel da tecnologia

    A tecnologia passou a ter um papel indispensável dentro das empresas, ainda mais que antes. Os recursos tem auxiliado nessa transformação dos modelos de trabalho e serão cada vez mais indispensáveis.

    E a sua empresa, como tem lidado com o trabalho remoto? A InfoWorker é parceira Microsoft Gold e está preparada para auxiliar o seu negócio nesse processo. Entre em contato e saiba como podemos ajudar.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *