Veja.com : “A cada hora fora do ar, sites perdem R$ 1,5 mi na Black Friday”

29.out

“Um dos principais desafios para as varejistas, com intensificação do tráfego de compradores, é manter seus sites online. Se mal sucedida, a missão pode custar caro: a cada hora fora do ar, as grandes empresas do país perdem cerca de 1,5 milhão de reais durante a Black Friday, indica uma estimativa do Google, que leva em conta as 50 maiores varejistas do país em termos de faturamento.”  – veja.com em 29/10/2015

Manter uma infraestrutura escalável e sempre disponível é caro, difícil de manter e de justificar na maior parte do tempo. Se sua empresa se enquadra neste cenário recomendamos avaliar a capacidade de dimensionamento automático do AZURE.

A funcionalidade disponível está em diversos serviços do AZURE como: Máquinas Virtuais, Bancos SQL Azure e WEB Sites  entre outros.

A configuração na maioria dos casos é simples e pode ser realizada pelo portal de gerenciamento do AZURE, como no exemplo abaixo:

Opções para escalonamento com base em número mínimo e máximo de CPUs.

Opções para escalonamento com base em número mínimo e máximo de CPUs.

Opções disponível para WEB Applications do Azure.

Opções disponível para WEB Applications do Azure.

Quantidade mínima e máxima de instâncias de aplicação.

Quantidade mínima e máxima de instâncias de aplicação.

O Azure também oferece um serviço de monitoramento avançado à partir do qual é possível automatizar o escalonamento de aplicações e serviços, de forma a minimizar os custos de hospedagem de acordo com a variação da demanda.

Monitoramento de serviços em tempo real com capacidade de reação.

Monitoramento de serviços em tempo real com capacidade de reação.

A redução de custos é muito significativa, principalmente se seu negócio utiliza esses recursos apenas em parte do tempo, seja em períodos do dia ou até poucos meses do ano.